QUEIMA DE PORCELANAS

Busca:

 
 
  
 
 
 

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014
Hora:10:05:40 PM
Seu IP:54.161.145.251

47349 acessos desde 23 de janeiro de 2006.

QUEIMA DE PORCELANAS


ORIENTAÇÃO BÁSICA PARA QUEIMA DE PORCELANAS, AZULEJOS, OPALINAS, VIDROS ÁGATA DECORADOS.

Para que a peça seja bem queimada, e Vsa., obtenha os resultados desejados, são necessários alguns cuidados que mencionaremos a seguir:

- Verificar se forno elétrico se encontra bem seco e limpo.

- Realizar rigorosamente as limpezas do forno elétrico já mencionadas a cada seis meses.

- Antes de iniciar o trabalho na peça, é importante que sua peça e mãos sejam lavadas, a fim de evitar que gorduras ou algum tipo de impurezas que venham a contaminar a peça.

- Seus pincéis e tintas devem estar bem protegidos contra poeira e outros agentes que possam vir a prejudicar a boa qualidade da pintura.

Queimar as peças é outra atividade que exige, assim como pintar, cuidado, perfeição e conhecimento. Por isso é importante de Vsa., encontre um ponto certo da temperatura para fusão e queima de suas tintas.

A tabela de temperatura que colocamos abaixo é básica e adequada para a queima de cada tipo de peça. Nota-se, porém, que esta tabela apresenta uma margem de variação, devido ao fato de que cada tipo de forno elétrico em particular possui um ponto ideal para sua queima de peças.
 
O ponto ideal para a queima varia de forno para forno:

TABELA DE TEMPERATURAS PARA QUEIMA:


CRISTAL...........................................................................490ºC.

VIDRO DECORADO...........................................................520ºC.

ÁGATA..............................................................................510ºC.

OPALINA...........................................................................510ºC.

BARRO MODELADO..........................................................700ºC.

FAIANÇA DECORADA........................................................680ºC A 730ºC.

PORCELANA DECORADA..................................................750ºC ou 780ºC.

FUSING .............................................................................850ºC

ESMALTAÇÃO DE CERÂMICA NORMAL OU DE BAIXA ..... 920ºC OU 980ºC

OBS: De acordo com a quantidade de tinta aplicada e conforme a sensibilidade do pintor (a) há uma pequena variação na temperatura de queima, da tabela acima mencionada.

NOTA: É aceitável que haja pequena tolerância nestas temperaturas, seja para maior ou menor. (cada pintor (a) possui uma forma dentro da sua sensibilidade de aplicar mais ou menos tinta sobre a peça, daí explica-se o mais ou menos graus de calor necessário que o forno deverá desprender).

O cone pirométrico poderá ajudá-lo (la),  a se certificar da real temperatura do forno, vista a possibilidade de defeito do Controlador Digital,ou descontrole na marcação interna da temperatura do forno elétrico.

Aconselhamos que as primeiras queimas no forno sejam feitas com peças que não apresentam compromissos, ou seja, que as primeiras peças sejam queimadas sem compromissos para que V.s descubra o ponto ideal para a queima e brilho das peças em forno elétrico.

Proceda da seguinte forma ao queimar:

- COM CERÂMICA: (Caso seu forno elétrico se destine a queima de cerâmica): Peque uma lajota ou placa de barro já queimada e quadricule-a com lápis gorduroso, preenchendo os quadrados com todos os esmaltes que V.s., for utilizar. Queime esta lajota à 920ºC ou 940ºC e verifique o resultado. Caso haja muitas irregularidades de tons ou brilho, queime novamente a mesma à 960ºC ou 980ºc, Riscos feitos com lápis grafitado ou gordurosos e esmaltes a serem utilizados.

 

Lajota de Cerâmica


INFORMAÇÃO IMPORTANTÍSSIMA
 
- COM PORCELANA: ( Caso seu forno destine à queima de porcelana):

Pegue um prato ou azulejos, pincele a borda com todas as tintas que serão utilizadas e queime a temperatura de 750ºC / 780º C. As cores vermelho e laranja possuem maior sensibilidade, devendo portanto serem queimadas separadamente à temperatura de 630ºC-680ºC. Depois de queimado, verifique as cores que não brilharam após retocá-las, queime-as novamente. Atualmente dispensa-se queima em separado.

Obs. Aplique da mesma forma estas recomendações e procedimentos para queimas altas. Caso V.s encontre dificuldades na obtenção de brilho procure saber como aplicar fundente (Somente em último caso)

 
Prato
Azulejo

- COM VIDRO.

Proceda da mesma forma que a anterior, só que utilizando tintas próprias para decoração de vidros.

Frisamos mais uma vez a grande importância da queima, pois a boa qualidade de uma peça depende tanto da boa pintura, como da boa queima.


Aconselhamos que ao completar um ano, seu forno elétrico seja submetido a uma Assistência Técnica Preventiva. Caso seu forno elétrico apresente defeitos ou qualquer espécie de problemas, entre em contato com nosso Departamento Técnico. Possuímos uma grande variedade de acessórios para fornos elétricos, inteiramente e vossa disposição. Temos um departamento de vendas de fornos elétricos, tornos, estufas e discos giratórios.

Caso Vsa., necessite de acessórios para seu forno como:

- Kit Mobília, placas refratárias, aço inox, carbeto, colunas, carretéis, cantoneiras, azulejos de biscoito, discos giratórios, tornos de pé, torno elétrico e outros, consulte-nos.

Possuímos exposição de fornos, peças de reposição, massa refratária, conectores, termopares, resistências elétricas, acessórios, etc.

Inforgel Fornos Genga :: Home | Contato | Mapa do Site :: Tecnologia Site Inteligente